Velário
 

Cemitério São Francisco Xavier

Projeto e Execução 2019

Rio de Janeiro - RJ
Fotógrafo: Enio Soares

O trino ainda imprime identidade ao velário a partir da estrutura modular replicada com pontos de torção e ideia de movimento. O tom terroso do aço contrasta com o cinza predominante na geometria tumular. Configura um altar aberto e convida a nutrir recordações e espiritualidade à luz de velas. Símbolo da vida, o fogo nutre perenidade. Abriga em muitas religiões o sentido do sagrado, da luz como fronteira entre o plano físico e espiritual. Neste espaço de iluminação a chama da vela evoca reencontro e conexão. Mantém a centelha dos laços afetivos, o calor vital que pulsa na memória infinita.